emergências
41 3342 2525
comercial
41 3342 5900


Destaques

Fique por dentro dos acontecimentos e novidades.


07/02
2019

SABE AQUELA DOR DE CABEÇA QUE TODO EMPRESÁRIO QUER EVITAR? NÓS TEMOS O REMÉDIO!



O ano de 2019 começa a dar as caras de que efetivamente vai iniciar. 


Movimento no trânsito se normalizando, volta às aulas das escolas, retornos de férias de funcionários e as empresas com expectativa de um ano bastante promissor pela frente.


Por trás das empresas, colaboradores com a pressão e responsabilidade de fazer a diferença em seu mercado de atuação. 


De outro lado, questiona-se sobre a responsabilidade das empresas, por trás desses colaboradores. De que forma estão fazendo a diferença na segurança e bem estar de suas equipes para que promovam melhores resultados? 


A pergunta que vem à tona é facilmente respondida por empresas conscientes que, cada vez mais, adotam o sistema de Área Protegida em seus negócios, proporcionando a seus colaboradores um serviço de emergência médica qualificada, que garante eficácia e confiabilidade em momentos que podem ser vitais.


Outra forte tendência no mercado corporativo são os convênios coletivos, benefício trabalhista usado como importante estratégia das empresas para reter seus talentos e evitar a rotatividade de funcionários, oferecendo inclusive a opção de extensão do benefício a seus dependentes.


Segundo Mauren Colombo, diretora da Plus Santé Emergências Médicas, empresa que há 17 anos atua com destaque no setor, esse momento de planejamento é fundamental para se começar o ano com melhores resultados: 


“O empresário passa a ter mais tempo e tranquilidade para cuidar dos seus negócios e ainda  fortalece a imagem de empresa responsável perante seus funcionários e comunidade.”


Por isso, começar o ano com planejamento e decisões assertivas é mais do que fazer uma boa gestão, é fazer uso de bom senso para evitar possíveis dores de cabeça, que podem se transformar em grandes transtornos.


Que se inicie oficialmente 2019. Um ano em que as preocupações se resumam apenas em comemorar a saúde do seu negócio!



 



SABE AQUELA DOR DE CABEÇA QUE TODO EMPRESÁRIO QUER EVITAR? NÓS TEMOS O REMÉDIO!


Fonte: 



21/12
2018

VEM CHEGANDO O VERÃO, LITERALMENTE SENTIDO NA PELE


TOP FIVE ESPECIALISTA

EDIÇÃO 3

Profissional convidado: Dra. Paula Fatuch Menegotto – Dermatologista



VEM CHEGANDO O VERÃO, LITERALMENTE SENTIDO NA PELE.


Hoje inicia oficialmente o verão, mas o forte calor já vinha dando o ar de sua graça.

E que ar! Tempo extremamente abafado, ar seco e temperaturas elevadas fazem com que só se pense em praia e férias.

A proximidade do fim de ano, somado ao calor, pede malas prontas e só alegria!

Será mesmo?


Nem sempre as características climáticas dessa época do ano são totalmente favoráveis. Para algumas pessoas, inclusive, é um momento de desagradáveis reações da pele, principalmente quando não tomados os devidos cuidados. Sem falar nos riscos de exposição ao sol.


Para falar sobre esse assunto, convidamos a médica dermatologista Dra Paula Fatuch Menegotto, para compor o TOP FIVE ESPECIALISTA deste mês, com dicas preciosas para manutenção da saúde e bem estar dentro deste cenário:


1.    A onda de forte calor nas últimas semanas vem sinalizando um verão que será de altas temperaturas. Quais as principais preocupações dermatológicas, além do risco de exposição solar sem proteção?

Dentre os riscos dermatológicos, estão os quadros de alergias de pele, como urticária ou dermatites. Principalmente para as crianças a famosa brotoeja e uma maior tendência de micoses nessa fase do ano.
O ressecamento da pele pode gerar sensação de coceira e ressecamento da área dos olhos, uma das regiões onde a pele é mais fina.



2.    Nestes casos, quais os principais cuidados que devem ser tomados ou ações para minimizar os efeitos danosos?

Uso de roupas leves e frescas, banhos rápidos e com temperaturas mais amenas, hidratação da pele após o banho, ingestão adequada de líquidos e evitar deixar roupas com suor secar no corpo.



3.    Falando especificamente da exposição direta ao sol, além do problema de câncer de pele, que sabemos ser decorrente da falta de proteção adequada, quais os outros problemas acarretados e riscos desta prática?

A prática da exposição solar pode acarretar queimaduras solares agudas e quadros de insolação, desidratação, que pode resultar em quadros de queda de pressão, com tonturas e desmaios.



4.    Ainda sobre a exposição ao sol, há boatos de que fatores de proteção solar menor do que 15 e maior do que 50 não funcionam proporcionalmente à promessa vendida. Essa informação é verdadeira ou falsa? Por quê?

Esses fatores de proteção se referem a uma medida técnica de proteção ao sol que não quer dizer que corresponda um filtro FPS 30 ao dobro da potência de um de 15. Mas a proteção de um filtro 50 é maior do que um com fator de proteção menor. Vale lembrar que a recomendação da Sociedade Brasileira de Dermatologia é de uso de fator de proteção no mínimo de 30.

 

5.    Para finalizar, quais as dicas da especialista do mês para quem não quer abrir mão de pegar aquele bronzeado?

É possível preparar a pele antes e depois para resultados mais efetivos e seguros?

Hidratar a pele com o uso de creme logo após o banho e com a ingestão de água.

Consumir alimentos com betacaroteno (nesses casos, cuidado àqueles com tendência de manchas de face, como o famoso melasma, pois pode piorar).

Usar protetor solar mesmo quem quer se bronzear, talvez demore um pouco mais para aparecer, mas gera aquele bronzeado mais duradouro.

Lembrar dos protetores físicos, como óculos de sol, boné e guarda-sol, pois a pele não perdoa, tanto no envelhecimento quanto no risco de câncer de pele.



VEM CHEGANDO O VERÃO, LITERALMENTE SENTIDO NA PELE


Fonte: Dra. Paula Fatuch Menegotto




03/12
2018

A PROXIMIDADE DO VERÃO E OS RISCOS DAS DIETAS MILAGROSAS


TOP FIVE ESPECIALISTA

EDIÇÃO 2

Profissional convidado: FABIANO LAGO – Endocrinologista


 

A PROXIMIDADE DO VERÃO E OS RISCOS DAS DIETAS MILAGROSAS



Final do ano chegando, academias lotadas e amigas trocando dicas e novidades em dietas radicais para fazer bonito ainda neste verão.


Como se esquecessem de que verão é verão todo ano na mesma época, muitas pessoas deixam para cuidar do corpo nos 45 minutos do segundo tempo e acreditam que farão um “grande gol” em resultados milagrosos.


A pressa em se conquistar o corpo ideal passa muitas vezes por cima da lógica e do bom senso, resultando em episódios desagradáveis que não combinam em nada com o clima festivo do final de ano.


Para falar sobre esse assunto, convidamos o médico endocrinologista da Clínica Estância do Lago, Dr Fabiano Lago, para compor o TOP FIVE ESPECIALISTA deste mês, com dicas preciosas para manutenção da saúde e bem estar dentro deste cenário:



1.     Com a proximidade do verão, sabemos da incidência de muitas “dietas milagrosas”, que prometem grandes resultados em curto prazo. Qual a real efetividade dessas ações intensivas e concentradas em curtos períodos de tempo?


Dietas intensas e de curto prazo podem sim levar ao emagrecimento, porém, pelo radicalismo e falta de adequação ao perfil de cada pessoa, elas se caracterizam por serem transitórias, não se sustentando no médio e longo prazo. 


Dessa forma, acabam sendo ineficazes e muitas vezes perigosas, pois cada pessoa tem um perfil e cada organismo uma necessidade, o que exige diagnóstico e dietas personalizadas.



2.     Quais os principais efeitos colaterais no organismo e no bem estar em geral, para quem se submete a esse tipo de dieta?


A falta de personalização e estudo das necessidades de cada paciente - ao seguirem dietas genéricas indicadas por amigos ou a mídia em geral - faz com que as pessoas tenham efeitos colaterais inesperados, podendo muitas vezes se agravar.


Episódios de hipoglicemia, queda de pressão, enxaqueca, irritação, fraqueza em geral, hipovitaminose, queda de cabelo, entre outros, são sintomas comuns nesses casos.


Além do fato de se caracterizar por ser uma dieta transitória, o que leva ao indesejado efeito sanfona.



3.     Analisando sob uma ótica mais preocupante, quais os riscos e consequências mais graves, a longo prazo, para quem utiliza de tratamentos extremos em torno do emagrecimento a qualquer preço?


Como mencionado na questão anterior, o efeito sanfona é um dos principais vilões das dietas rigorosas e de curto prazo, que gera uma tendência maior ao ganho de peso (pois o organismo passa a absorver a comida de forma muito mais intensa). 


A consequência disso é uma piora na autoestima, muitas vezes gerando um agravante psicológico e aumento de tendência depressiva.


O uso de medicamentos, termogênicos e moderadores de apetite sem controle médico, também aumentam o risco de arritmia cardíaca, aumento da pressão arterial, formação de coágulo e até AVC.



4.     Dentro de uma visão realista e saudável, qual o tempo mínimo necessário para o organismo responder de forma eficaz e segura a um tratamento de perda de peso?


Cada corpo tem um relógio biológico, um metabolismo e peso característico, o que faz com que cada pessoa reaja de forma diferente.


O mais importante no processo de emagrecimento não é quanto tempo levará para perder peso, mas sim, por quanto tempo conseguirá manter. 


Uma dieta eficaz é aquela que se sustenta de maneira satisfatória em longo prazo.



5.     Qual a “dica da profissional do mês” para tentar nessa reta final do ano, associar resultados efetivos e saudáveis?


Não existe uma “receita de bolo” que se adeque a todo mundo. 


O recomendado é sempre procurar um profissional especializado (endocrinologista e nutricionista) para desenvolver um plano de emagrecimento personalizado para sua realidade.


Mas de maneira geral, algumas dicas podem ajudar:


- Gastar mais energia do que come, ou seja, associar exercícios físicos regulares e de intensidade moderada.

- Não ficar grandes períodos sem se alimentar.

- Dar preferência a alimentos de origem proteica.

- Criar formas alternativas e criativas de alimentação, que não restrinjam o prazer, assim, a percepção de sacrifício será menor e a dieta tende a se manter por mais tempo.




A PROXIMIDADE DO VERÃO E OS RISCOS DAS DIETAS MILAGROSAS
Fonte: FABIANO LAGO – Endocrinologista




1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21»

Dr. Miguel Mariano Marzinek
Diretor Técnico Médico
CRM 16.675

Ambulância Plus Santé - Rua Gonçalves Dias, 234 - Batel - Curitiba - Paraná - Brasil - CEP 80.240-340 - 41 3342 5900
As informações contidas neste site têm caráter informativo e educacional. Não devem ser utilizadas para auto-diagnóstico, auto-tratamento e auto-medicação. Quando houver dúvidas, um médico deverá ser consultado. Copyright © Plus Santé Emergências Médicas S.A. 2015 -2018 Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Desenvolvido por Casal Design Lovers