emergências
41 3342 2525
comercial
41 3342 5900


Destaques

Fique por dentro dos acontecimentos e novidades.


31/07
2019

SORRISO EM DIA, CORAÇÃO AGRADECE (LITERALMENTE)



TOP FIVE ESPECIALISTA

EDIÇÃO 5

Profissional convidado: Dra. Adriana Costacurta - Dentista



Você já deve ter ouvido falar que a saúde bucal é vital para a saúde geral. Mas você sabia que esse “vital”, literalmente, pode estar associado a problemas cardíacos?


Segundo o Instituto do Coração (InCor), da Universidade de São Paulo (USP), 45% das doenças cardíacas têm início na cavidade bucal. 


Diversos estudos clínicos já comprovaram que a saúde bucal e algumas doenças cardíacas estão conectadas pela disseminação de bactérias - e outros germes - a partir da boca para outras partes do corpo através da corrente sanguínea, se instalando em artérias e até mesmo no coração.


Assunto desconhecido pela maioria da população, mas de suma importância e recorrência, segundo a Plus Santé, empresa que há 18 anos atua no setor de emergências médicas.


Para falar sobre esse tema e esclarecer dúvidas importantes, convidamos a dentista Dra. Adriana Costacurta, para compor o TOP FIVE ESPECIALISTA deste mês, com dicas preciosas para manutenção da saúde e bem estar dentro deste cenário:




1.     Quais as doenças ou problemas cardíacos mais comuns na associação com problemas bucais?


Doenças como a endocardite; uma infecção do revestimento interno do coração, aterosclerose (artérias entupidas) e AVC (Acidente Vascular Cerebral) também estão ligadas a inflamações provocadas por bactérias bucais, de acordo com o American Heart Association.




2.     Quais os riscos dessas doenças para a saúde geral do paciente?


As bactérias associadas com a periodontite estão na boca e podem entrar na corrente sanguínea onde se fixam aos vasos sanguíneos e aumentam o risco de doença cardiovascular.


Mesmo que você não tenha inflamação aparente na gengiva, a higiene bucal inadequada e a placa acumulada podem resultar em doença periodontal.


A bactéria também pode migrar para a corrente sanguínea aumentando o nível de proteína C reativa, que é indicadora de inflamação dos vasos sanguíneos. Isto pode aumentar o risco de doença cardíaca e AVC.




3.     Existem perfis mais suscetíveis a esses problemas ou toda a população deve estar atenta?


Pacientes com problemas crônicos como gengivite ou doença periodontal avançada têm maior risco de desenvolver doença cardíaca causada por saúde bucal precária, principalmente se ela não for diagnosticada e não for tratada.


 


4.     Quais os principais sintomas e sinais de advertência?


De acordo com a American Association of Periodontology (AAP) (Associação Americana de Periodontologia), você pode ter doença periodontal, mesmo em seus estágios iniciais, se:


- Sua gengiva está vermelha, inchada ou dolorida ao toque.


- Sua gengiva sangra quando você come, escova ou usa o fio dental.


- Você vir pus ou outros sinais de infecção em volta da gengiva e dos dentes.


- Sua gengiva parecer estar se afastando dos dentes.


- Você tiver mau hálito frequentemente ou notar um gosto ruim na boca.


- Algum dente estiver mole ou se você notar que ele está se afastando dos outros dentes.


 


5.     Quais as principais medidas de prevenção para garantir a perfeita saúde bucal e, consequentemente, cardíaca?


Uma boa higiene bucal e exames regulares são a melhor maneira de proteção contra o desenvolvimento da doença periodontal.

Recomenda-se escovar os dentes três vezes por dia com escova de cerdas macias e cabeça pequena (compacta) para que alcance todas as superfícies dentárias adequadamente.


Você também deve usar o fio dental diariamente e ir ao dentista para fazer limpezas regulares.


Ao ter uma postura proativa em relação à sua saúde bucal, você pode se proteger de doenças relacionadas e manter seu sorriso saudável, limpo e bonito por toda a sua vida.




Leia Também:

Inverno, atenção redobrada com as Doenças Sazonais

Surpreendido por uma Emergência Médica. E Agora?

Quando a Pressa é Amiga da Perfeição

Rinite, Sinusite... Como sobreviver as "ites" de uma cidade bipolar como Curitiba?




SORRISO EM DIA, CORAÇÃO AGRADECE (LITERALMENTE)
Fonte: Clínica Odontológica Costacurta




29/05
2019

Ambulancia Clinicas


É conhecido que mesmo em procedimentos simples, intercorrências podem acontecer. Emergências Médicas em Clínicas e Consultórios apresentam-se mais frequentes que o esperado, exigindo além de consciência, responsabilidade legal dos profissionais da área médica e odontológica.


Pensando nisso, a Plus Santé criou um plano de área protegida otimizado voltado para clínicas e consultórios médicos e odontológicos, que oferece cobertura em caso de eventuais urgências e emergências médicas, 24 horas por dia, independentemente de terem ou não um plano de saúde. 


Em minutos, nossas ambulâncias totalmente equipadas estarão no local para prestar socorro, garantindo ao profissional a segurança jurídica de ter ofertado e acionado um serviço qualificado. 


Para que sua única preocupação seja o bom resultado do seu trabalho, conte com o melhor serviço de emergências médicas para qualquer eventualidade, demonstrando preocupação e respeito por seu paciente. 


Leia também:

Emergências Médicas em Clinicas e Consultórios



Ambulancia Clinicas




09/05
2019

Maio amarelo


MAIO AMARELO CHEGOU TRAZENDO REFLEXÕES E NÚMEROS IMPACTANTES SOBRE A FALTA DE CONSCIENTIZAÇÃO NO TRÂNSITO

 

Quem já se viu inserido no estressante trânsito das grandes cidades, também já vivenciou os sintomas de pressa, comportamentos imprudentes, tudo com o objetivo de ganhar tempo e tentar “sair do caos”. Mas na maioria das vezes, é onde a pressa é inimiga da perfeição, mais do que isso, inimiga da vida.


O alto índice de acidentes de trânsito se dá em grande parte pelos fatores mencionados acima, aliados à falta de conscientização geral da população em torno de atitudes preventivas frente ao complexo cenário do trânsito em nosso país.


O Movimento Maio Amarelo vem chamar a atenção da sociedade, de entidades, de empresas e do governo para o alto índice de feridos e mortos. Segundo a organização, 3 mil mortes são registradas todos os dias em ruas e estradas mundo afora.


Caso não sejam adotadas ações efetivas, é possível que em 2020 seja alcançada a marca de 1,9 milhão de mortes - número que subirá para 2,4 milhões em 2030. Serão, segundo as estimativas, de 20 a 30 milhões de pessoas feridas por acidentes.

 

No Paraná, o número de acidente de trânsito com morte caiu 8% em 2018 em relação ao mesmo período de 2017. A preocupação, porém, está em relação aos ciclistas e motociclistas, ambos com aumento de óbitos e vítimas com graves consequências. 


Segundo o médico ortopedista e traumatologista Dr. Wilson Sola Júnior, as principais características das vítimas de trânsito que chegam ao pronto-socorro são: adultos jovens, normalmente retornando de eventos onde foi consumido álcool, motociclista no trabalho ou lazer e vítimas de atropelamentos. 


“Cada vez mais graves e assustadoras, a complexidade das lesões e fraturas tem aumentado em todos os aspectos, sendo cada vez mais frequente aquelas com alto impacto nas atividades socioeconômicas do paciente. Em muitos casos, necessitam de várias abordagens de especialidades diferentes e tem impacto definitivo na vida esportiva, social e profissional. Pacientes com lesão neurológica definitiva, submetidos a amputações e portadores de infecções tem tratamento ao longo de toda vida.”

 

Quando se fala em ciclistas e motociclistas, a realidade é ainda mais dura, com incidência de aproximadamente 50% dos acidentes de trânsito, sendo o risco de morte 20 vezes maior do que em um automóvel


“Atualmente tem sido também expressivo o aumento de número de ocorrências envolvendo patinetes. Sem que haja uma regulamentação adequada, os números só tendem a aumentar. A conscientização da população ainda é a arma mais poderosa de que dispomos” – conclui Dr. Sola.

 


Durante todo o mês de maio, instituições governamentais, profissionais de saúde e empresas que atuam diretamente no trânsito, levantam fortemente essa bandeira de prevenção e conscientização, como sendo a mais eficaz alternativa para minimizar índices tão alarmantes.


A Plus Santé Emergências Médicas, empresa que vivencia de perto essa triste realidade, reforça o movimento para que a saúde esteja sempre na preferencial. “Lutamos diariamente para ver nossa cidade com um trânsito mais tranquilo, colaborativo e consciente. Neste mês em especial, apoiamos fortemente o Movimento Maio Amarelo, que conscientiza a população como um todo e nos ajuda em nosso propósito maior, o de abrir caminhos para a vida!”– conclui Mauren Colombo, Diretora da empresa.



Leia também:

Quando a Pressa Precisa ser Amiga da Perfeição

Abrir Caminhos para a Vida é mais que Conscientização

Surpreendido por uma Emergência Médica? E Agora?

Como Sobreviver as "ites" de uma Cidade Bipolar como Curitiba?



 



Maio amarelo
Fonte:  Dr. Wilson Sola Júnior - Médico Ortopedista eTraumatologista




1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23»

Dr. Miguel Mariano Marzinek
Diretor Técnico Médico
CRM 16.675

Serviço de Ambulância Plus Santé - Rua Gonçalves Dias, 234 - Batel - Curitiba - Paraná - Brasil - CEP 80240340 - 41 3342 5900
Copyright © Plus Santé Emergências Médicas S.A. 2015 -2019 Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Desenvolvido por Casal Design Lovers